quinta-feira, 22 de março de 2012

MT- Escolas de EJA de Cuiabá e VG planejam ações para 2012

A Coordenadoria de Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) convida os representantes das Escolas que ofertam a EJA em Cuiabá e Várzea Grande para participar da Reunião de Planejamento Anual das Atividades, nesta sexta-feira (23.03), às 14 horas, no auditório da Secretaria.

O objetivo da reunião é estruturar o planejamento 2012 e demais atividades destinadas à melhoria do atendimento da Educação de Jovens e Adultos, inicialmente das cidades de Cuiabá e Várzea Grande, e posteriormente se estenderá para todo o Estado. Além das Escolas estarão presentes representantes das Assessorias Pedagógicas de ambos os municípios e do Centro de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação (Cefapro).

Segundo a Coordenadora da EJA na Seduc, Maria Luzenira Brás, a pauta de discussões é coletiva, por isso é imprescindível a presença de todos os representantes dos setores educacionais. “Estamos nos reunindo para traçar uma agenda de compromissos anuais. Conhecer as necessidades e nos organizar para enfrentar problemas”, afirma.

A meta da coordenadoria é proporcionar uma Educação de Jovens e Adultos que possa atender as expectativas dos estudantes com proposições inovadoras e diferenciadas.

Reunião com os Cejas

Nesta quinta-feira (22.03) houve o planejamento dos Centros de Educação de Jovens e Adultos (Ceja) reunindo as quatro unidades de Cejas de Cuiabá, e ainda do Ceja Licínio Monteiro, de Várzea Grande, além das Assessorias Pedagógicas e Centros de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação (Cefapro).

Uma das metas definidas na reunião dos Cejas foi a elaboração de um encontro de formação para os coordenadores e professores dos 24 Cejas de Mato Grosso, reunindo cerca de 150 pessoas, ainda para o primeiro semestre deste ano. Além da formação, os educadores também participarão de uma avaliação pedagógica. “Vamos avaliar as nossas produções para saber como está sendo a aprendizagem para o aluno”, declara a coordenadora.

Segundo Maria Luzenira Brás, os Centros devem ser avaliados em todos os aspectos, pois propõem oferta diferenciada de ensino. São cursos presenciais e exames online. Apesar das diversas atividades, a coordenadora defende que os profissionais que trabalham nessas unidades possuem vínculo de dedicação exclusiva. “Como o profissional é lotado somente na unidade podemos programar as formações e contar com a presença de todos. O que propõe maior qualidade do ensino”, conclui



NAGERA DOURADO
Assessoria/Seduc-MT



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário